17 Janeiro 2014

Lugares: Israel #1

Category: blog

 

Oi galera! Depois de passar em Istambul, em Éfeso e Pérgamo... Fomos para Israel! 

Estivemos em:

- Tel Aviv, uma cidade que, perto de outras cidades de Israel, é cheia de prédios e construções mais modernas; muitos jovens e adolescentes, e com certeza um centro financeiro para Israel.

- Cesareia Maritima, onde vimos as piscinas naturais, o Aqueduto, e também outras construções de Herodes. Obras fantásticas! 

- Mar da Galiléia, atravesamos ele de barco. E foi um dos momentos mais especials e deliciosos para mim na Viagem. O mar estava calmo, o dia maravilhoso, só me lembro do vento, da música no barco e da beleza daquele mar.

- Deserto Neguev; onde há um réplica do Tabernáculo, em tamanho exato. E este deserto é o local onde encontram-se mais variações de tipo de solo, local importante para estudo de geólogos. E claro, tomar sorvete no meio da estrada do deserto, com certeza, pareceu um delírio, foi algo bem diferente e depois encontrar um Oasis, pareceu um sonho! rsrs' 

- Monte das Bem Aventuranças, Cafarnaum, Jericó,  Mar Morto, entre outros lugares muito interessantes e coisas diferentes que fizemos e vimos nessa viagem de Israel! Confira as fotos de cada local!

E aproveite um pouco dessa viagem e das belezas da história e paisagens de Israel. 

bjs, Bk

Vista pra cidade de Tel Aviv

Cesarea Maritma

Piscina Natural de Herodes

Mar da Galiléia a noite 

Nascer do Sol - Mar da Galiléia 

"Monte das Bem Aventuranças"

Monte das Bem Aventuranças

Mar da Galileia 

Jericó 

 

Cafarnaum

Chegada à Jerusalém

Jerusalém

 

Deserto de Neguebe 

Tabernáculo

Mar Morto

 

Olá gente!

Essas são as fotos de continuação da Viagem para Turquia, visitamos as ruínas das cidades de Éfeso e Pérgamo, onde estão localizados: o templo de Ártemis, templo de Trajano e o anfiteatro romano. Éfeso foi uma das Sete Igrejas da Ásia citadas no livro bíblico do Apocalipse. Fomos também à capital metropolitana, Esmirna (Izmir), terceira maior cidade da Turquia. 

Confira as fotos ;) 

 

 

Fotos ao entardecer em Izmir (Esmirna):

05 Julho 2013

Lugares: Mato Grosso, Brasil #1

Category: blog

 

Do dia 27 ao dia 31 de março de 2013 estive em viagem com uma equipe de 15 pessoas. Nosso destino foi Chapada dos Guimarães – Mato Grosso, Brasil, sendo mais específica, Centro de Treinamento AMI. Meu objetivo nessa viagem era de conhecer melhor o trabalho do AMI e do CONPLEI, de conhecer pessoas diferentes e suas culturas diversificadas registrando e podendo compartilhar tudo isso através das minhas fotografias.

Levamos donativos, doações de roupas e comida para os indígenas que ali estão morando temporariamente. Em nossa equipe tinham seis profissionais de saúde (dentistas, enfermeira e médica) que ali estavam voluntariamente para atender o maior número de indígenas no período em que passamos no AMI. Além de uma professora e uma auxiliar que fizeram um trabalho com as crianças.

O AMI é um local onde indígenas de várias tribos, de dialetos diferentes, passam alguns anos morando ali para serem ensinados teologicamente e, para os que ainda não são, alfabetizados. Sidney, presidente do espaço jovem e líder dessa nossa viagem, explicou um pouco a respeito das “Caixas indígenas”. Um trabalho muito interessante que é implantado nas aldeias para o desenvolvimento educacional.

Durante esse tempo, tive a oportunidade de conhecer algumas famílias indígenas que estão morando ali. Conheci o Lucas, um indiozinho de 13 anos, muito “gente boa” e engraçado. Conheci também a sua irmãzinha a Janice, uma fofa, linda e muito simpática. Fiz duas novas amigas, a Lidiane e a Daiane, duas garotinhas, que estiveram ao meu lado o tempo todo em que fotografava. Conhecemos também uma família muito especial, Eliabe, sua esposa Sofia e sua linda filhinha Micaeli. Eliabe é um missionário que está traduzindo a bíblia para o dialeto de sua tribo o “xavante” e que depois de passar um tempo na AMI aprendendo sobre a Bíblia, sobre Deus e aprendendo o português volta para a sua tribo com a missão de compartilhar tudo isso.

Passamos apenas dois dias com o pessoal da AMI em Mato Grosso, mas foi o suficiente para me deixar mais interessada pelo trabalho ali feito, para me envolver de uma forma que todos ali se tornassem especiais para mim e eu gostaria de voltar e contribuir mais ainda com tudo isso.

O mais interessante foi conhecer tantas pessoas que falam dialetos diferentes, que possuem culturas diferentes e que vivem juntas. Não são apenas os índios que ali moram que possuem tantos costumes diferentes, mas conheci vários missionários que também estão ali, que são dos Estados Unidos, da Holanda, Suiça, entre outros lugares do mundo.

Esse é um breve relato da Viagem ao AMI, confira as fotos ;)

 

Capturando sentimentos, registrando bons momentos e compartilhando grandes histórias.